domingo, 4 de outubro de 2009

Leia notícias sem depender da web

Leia notícias sem depender da web

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008
Entre todos os serviços que a internet oferece, poucos são tão genuinamente online quanto o RSS (Really Simple Syndication) – que permite receber as últimas notícias, em tempo real, dos seus sites preferidos. Com o computador desconectado da internet, o RSS simplesmente não existe: você não tem acesso às notícias.

Mas graças à tecnologia Gears, do Google, já dá para fazer o que parecia impossível: ler as atualizações RSS mesmo estando desconectado da web.

Já pensou? Munido de um notebook, você poderia ler notícias online no avião, no metrô, no dentista... Em qualquer lugar onde não haja internet.

Funciona assim. Primeiro, é preciso criar uma conta no serviço Google Reader (reader.google.com), que permite ler e organizar os “feeds” (canais) RSS dos seus sites preferidos.

É muito fácil acrescentar os feeds. Basta clicar no link Add subscription e colar, no campo exibido, o endereço RSS dos seus sites favoritos (o do portal Estadao.com, por exemplo, é www.estadao.com.br/rss/).

Depois que o Google Reader já estiver configurado, com todas as fontes de notícias que você deseja ler, clique no link “Offline” – no alto da página.

O computador solicitará a instalação do plug-in Gears. Aceite, e aguarde um pouco (o processo é automático). Ao final do processo, será preciso reiniciar o navegador.

Aí, quando você acessar o Google Reader, verá uma grande novidade – um ícone que, quando clicado, salva automaticamente as 2000 últimas notícias na memória do seu computador. Ou seja: agora, mesmo desconectado da internet, você pode ler RSS.

Legal, não? O único porém é que, claro, só dá para ler o texto do RSS propriamente dito. Se ele trouxer imagens, ou links para outros sites (como o que originou a notícia), você não conseguirá acessá-los – a menos que se reconecte à internet.

Mesmo com essa restrição, o Gears é bem legal. Analistas especulam que, em 2008, o Google possa implantar o modo offline em outros serviços online – como Gmail e Google Maps. B.S.G.
Reações:

0 comentários: