domingo, 4 de outubro de 2009

Computador quântico de 1.024 qubits deve chegar em 2009 DA REPORTAGEM LOCAL
Há quem duvide, mas está previsto para o início do próximo ano o lançamento do primeiro computador quântico de 1.024 qubits, capacidade de processamento que colocaria, pela primeira vez, a computação quântica à frente da computação clássica. A máquina foi anunciada pela canadense D-Wave (www.dwavesys.com).
Em novembro do ano passado, a empresa demonstrou um computador de 28 qubits. "A comunidade científica está meio desconfiada. Qualquer coisa que o computador deles fizesse poderia ser feita em um clássico", disse Nilton Volpato, doutorando da Unicamp na área de computação quântica.
"Se eles lançarem isso, vai ser uma revolução na computação quântica. Ele poderá para simular moléculas bastante grandes, por exemplo. O computador clássico consegue simular moléculas da ordem de, no máximo, cem átomos, e o quântico conseguiria muito mais", disse Renato Portugal, pesquisador do LNCC (Laboratório Nacional de Computação Científica).
O cilindro preto da foto acima é o computador quântico, que contém hélio líquido, em que estão imersos o processador quântico e os filtros de refrigeração da máquina, segundo descreveu Chris Hipp, diretor de marketing da empresa.
"Alguns acadêmicos estão céticos porque não publicamos seus detalhes. Isso porque, diferentemente de uma organização de pesquisa acadêmica, somos uma empresa privada e estamos tentando vender computadores quânticos, ter lucro. Num futuro próximo, nós iremos publicar mais detalhes, a fim de tirar a impressão de que a D-Wave está trapaceando."
Segundo ele, a empresa investiu US$ 37 milhões e oito anos de pesquisa no computador quântico e ainda não determinou o quanto vai custar a máquina quântica. (CR)
Reações:

0 comentários: