domingo, 4 de outubro de 2009

Saiba diferenças entre agregadores web e desktop
  EMERSON KIMURA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Os leitores de feeds podem ser divididos em dois grupos, pela interface: web e desktop.
O primeiro abrange aplicativos baseados na rede, utilizados por meio do navegador. Como nos webmails, os dados são salvos nos servidores do provedor do serviço.
Entre os mais populares, estão Bloglines (bloglines.com), Google Reader (reader.google.com), FeedLounge (feedlounge.com), NewsGator Online (newsgator.com) e Rojo (rojo.com).
Há também as páginas personalizáveis, que permitem carregar feeds e outros conteúdos e organizá-los em módulos visuais. MyYahoo! (my.yahoo.com), Netvibes (netvibes.com), iGoogle (www.google.com/ig) e Pageflakes (pageflakes.com), entre outros, oferecem esse serviço.
Agregadores desktop são instalados no disco do micro e oferecem mais opções de configuração e maior velocidade de navegação e uso, além de serem melhores para consultas sem estar conectado à internet. Exemplos de bons programas são Liferea (Linux; liferea.sourceforge.net), Feedbeast (Windows; feedbeast.com), FeedDemon e NetNewsWire (Windows e Mac OS X, respectivamente; newsgator.com).
Muitos aplicativos populares -como Thunderbird, Outlook, Apple Mail, Firefox, Internet Explorer e Safari- têm leitores de feeds, mas os dos browsers são apenas para uso mais leve.
Extensões como o Sage (sage.mozdev.org) e o Wizz RSS (wizzrss.com), ambos para o Firefox, aliam a velocidade da interface desktop à praticidade da leitura pelo navegador.

Reações:

0 comentários: