domingo, 4 de outubro de 2009

Telas OLED são destaque na feira de Las Vegas

Telas OLED são destaque na feira de Las Vegas


terça-feira, 13 de janeiro de 2009 15:08
por
Otávio Dias, de Las Vegas
Visitante confere de perto a espessura de uma TV OLED exposta na CES 2009
Jae C. Hong/AP
Visitante confere de perto a espessura de uma TV OLED exposta na CES 2009
No ano passado, a primeira TV OLED (sigla para diodo orgânico emissor de luz), com tela de 15 polegadas e apenas 3 milímetros de espessura, foi destaque da CES. Neste ano, essas telas feitas com material orgânico que emite luz própria voltaram a chamar atenção.

Sony, LG e Samsung apresentaram protótipos OLED com apenas 0,9 milímetros de espessura. Também foram mostradas telas OLED de até 27 polegadas.
A Sony surpreendeu com uma minitela OLED flexível de apenas 2,5 polegadas e 0,2 milímetros de espessura. A novidade poderá resultar em uma “folha” OLED flexível que exibirá imagens em movimento em todas as cores: será este o novo papel? Como exemplo das possibilidades da nova tecnologia, a empresa mostrou um bracelete que poderá exibir imagens.

Da mesma forma que o carvão fica incandescente quando em contato com calor, o diodo orgânico emite luz própria quando estimulado por eletricidade. Por não precisar de uma fonte de luz traseira ou lateral, a tela OLED é muito mais fina e gasta muito pouca energia.

Outro destaque foram as telas de LCD com a iluminação LED. Já empregada em telas de notebooks topo de linha e em teclados como o do MacBook Air, o LED emite uma luz brilhante dos dois lados da tela, iluminando-a por trás. Além de muito brilhante, é muito econômica.
LG e Toshiba apresentaram protótipos que deverão ser comercializados em breve, mas foi no estande da Samsung, com uma tela LED de 82 polegadas de ultra definição, que o LED mais chamou a atenção.

As telas de LCD e plasma 3D, que exibem imagens em três dimensões, também foram sensação. É realmente incrível assistir a esportes, videogames e animações em 3D, a sensação é de estar no meio da ação. Há quem diga que é uma nova tendência, mas vai demorar.

Além das promessas acima, não faltaram telas de todos os tamanhos de plasma e LCD de resolução total (Full HD), com tecnologias que melhoram o contraste, a fluidez de imagens em movimento rápido e consomem cada vez menos energia.
Reações:

0 comentários: