domingo, 4 de outubro de 2009

Entenda por que os pendrives estragam e como recuperá-los DA REPORTAGEM LOCAL
O pendrive não deve ser considerado uma fonte segura de armazenamento, devido à facilidade de corromper os dados. Cerca de 90% dos problemas são decorrentes da queima dos pequenos componentes que estabelecem a comunicação com a memória, diz Romildo Ruivo, presidente de operações da América Latina da CBL Tech.
"Mas, normalmente, você ainda consegue recuperar a memória." Para entender: os pendrives são eletrônicos compostos por uma placa de circuito impresso (a parte verde), uma memória flash (o quadradinho preto) e diversos componentes (os pontos menores).
No entanto, o preço para reaver seus dados é alto. De acordo com Edson Buriche Coutinho, da Easylink, recuperar as informações de um custa entre R$ 200 e R$ 800. O pendrive de 1 Gbyte pode ser encontrado por R$ 50. "Não é fácil encontrar as peças. E os equipamentos necessários para mexer nesses dispositivos são muito sofisticados", afirma. Antes de levar para serviços especializados, tente recuperar com um dos programas abaixo.
As fabricantes oferecem garantia para os dispositivos, mas não para os dados.

Prevenir é melhor
José Alberto Gervásio, gerente de operações da Kingston, dá dicas para evitar problecom pendrives e cartões SD.
"Se for usar um pendrive numa máquina que você não conhece, procure conectá-lo nas portas traseiras, e não nas dianteiras." Ele explica que as de trás são mais seguras porque estão integradas à placa mãe, enquanto as dianteiras podem não estar instaladas de forma correta. Assim, corre-se o risco de ter um aumento na voltagem transferida à porta USB e queimar o pendrive.
"Nunca deixe acabar a bateria do celular ou da câmera quando usar cartões SD." Isso porque corre-se o risco de corromper não só a última foto como todas as anteriores.
Se for usar o mesmo cartão SD para celular e câmera digital, descarregue as imagens no PC antes de mudá-lo para outro dispositivo. "O celular pode usar um sistema de compressão diferente do da câmera e corromper os arquivos."
Outro cuidado é não entortar o pendrive, pois é fácil quebrar sua placa. (CR)
Reações:

0 comentários: