domingo, 4 de outubro de 2009

Ninguém está seguro Conferência CanSecWest no Canadá reúne nata dos especialistas em segurança digital para discutir assuntos emergentes; desafio hacker é destaque do evento
GUSTAVO VILLAS BOAS
ENVIADO ESPECIAL A VANCOUVER

Imagine um lugar onde você pode deixar seu notebook por horas em cima de uma mesa e saber que ele não vai ser tocado. Mas só por fora.
Por dentro, um dos hackers ou dos profissionais de segurança de Microsoft, Google, Apple, bancos etc. presentes no local podem usar seus conhecimentos para pregar uma peça.
Ao ser conectado na rede sem fio de 54 Mbps da CanSecWest, que ocorreu na semana passada em Vancouver, Canadá, o notebook utilizado pela Folha, por exemplo, foi agraciado com um cachorrinho no lugar das imagens corretas que deveriam aparecer nos sites. Provavelmente uma brincadeira -e um aviso- de um dos especialistas presentes nos três dias de palestras.
Fato: a máquina não estava com todas as atualizações dos programas de segurança em dia. Manter antivírus, sistema operacional e firewall sempre atualizados deve ser um princípio para quem quer estar protegido na internet. Principalmente se entrar em redes sem fio públicas ou desconhecidas.
Mas não era para brincadeira que tais profissionais estavam reunidos. Eles discutiam os assuntos emergentes -e perigosos- no mundo da segurança digital. "Normalmente, o que é debatido aqui não é para o público geral. É preciso encontrar as soluções para os problemas colocados antes", disse à Folha um profissional de segurança digital de um grande banco.
"E não vá fazer transações bancárias e colocar informações pessoais no notebook antes de verificá-lo. Mude suas senhas", recomendou, depois de saber do cachorrinho. É a receita, a mesma de sempre, para quem usou uma máquina suspeita.
E, pelas palestras, quase tudo é suspeito. As discussões iam desde problemas em programas de antivírus -não o que você usa em casa, mas aqueles que defendem gateways, máquinas que interligam redes- até os aparentemente inocentes arquivos de vídeo.
Conheça, nesta edição, os assuntos discutidos, saiba como manter seu computador seguro e aprenda mais sobre a cultura da segurança digital.
Reações:

0 comentários: