terça-feira, 2 de março de 2010

Riscos do uso de Redes Sociais nas empresas


As redes sociais oferecem hoje muito mais do que oportunidades de relacionamento entre amigos, encontros casuais e namoros. As redes proliferaram e se especializaram em diversos campos de atuação.
Tomemos como exemplo o Linkedin. Hoje é uma excelente ferramenta para busca de profissionais no mercado. Bastante útil para departamento de RH e empresas de hunting. Mesmo no Orkut, Facebook pode-se facilmente identificar as comunidades de interesse profissional e, a partir dela, identificar profissionais, consultores especialistas em determinados assuntos, etc.
Entre algumas aplicações das redes sociais de hoje que são de interesse das companhias estão as pesquisas, troca de mensagens curtas e rápidas, como no Twitter, análises ou reclamações sobre produtos e campanhas promocionais. Li recentemente um artigo sobre uma empresa de doces que circula em um pequeno caminhão pela cidade enviando mensagens pelo Twitter informando o bairro onde se encontrava, estimulando clientes a fazerem pedidos em casa ou no trabalho.

Olhando agora sob a perspectiva de segurança da informação, é fato que muitas empresas bloqueiam o acesso às redes sociais a partir de seus ambientes corporativos. Os riscos que justificam tal decisão estão associados à confidencialidade das informações corporativas e de produtividade dos funcionários.
Existe a percepção de que se deixarmos os funcionários acessarem livremente os sites, poderíamos comprometer seu desempenho ao longo do dia. Lembro-me desta discussão quando era debatido se deveríamos ou não conceder acesso à Internet aos funcionários. O meu ponto é que com o desenvolvimento e disseminação dos celulares com acesso à Internet e aplicações específicas para acesso às redes sociais, o bloqueio a estes sites a partir de computadores da empresa não impedirá os funcionários que quiserem usar as redes. Certamente, não será bloqueando acesso a sites que asseguraremos a produtividade dos funcionários.
Como acontece com qualquer nova tecnologia, a primeira reação é de bloquearmos o acesso a ela até que entendamos os riscos relacionados e os benefícios inerentes. Acredito que estamos vivenciando esta fase com relação às redes sociais. Gradativamente, as empresas vão perceber os benefícios de utilizar as ferramentas disponíveis e criarão mecanismos de mitigação dos riscos, de forma que, em pouco tempo, o acesso será tão natural como é hoje fazer uma pesquisa no Google.
Frank Meylan Fevereiro/2010

Fonte: http://www.itweb.com.br/blogs/blog.asp?cod=55&__akacao=232224&__akcnt=701045ee&__akvkey=e929&utm_source=akna&utm_medium=email&utm_campaign=IT+Web+Direct+-+diario+%2801%2F03%2F2010%29
Reações:

0 comentários: