quinta-feira, 18 de março de 2010

Desktops virtuais saem mais caro


Stewart Buchanan, do Gartner Terça-feira, 26 de janeiro de 2010 - 11h22


Getty Images
Desktops virtuais saem mais caro


-->
Comentários
  • O colega Erik comentou corretamente, e eu adicionaria o fato de que a aquisição, controle, atualização e descarte de hardware pode ser mais cara do que se pensa, e a virtualização acaba por compensar. Atualizações e upgrades seriam mais rápidas (ciclos de compras) e poderiam ser revertidas a qualquer momento (demandas variáveis ou sazonais, por exemplo). Energia elétrica e outros benefícios completariam a lista de vantagens.
    enviado por: Nestor Nogueira de Albuquerque em 08/02/2010 - 20:25
  • Acredito que uma avaliação de TCO envolve muito mais do que apenas o custo de licenciamento Microsoft, Vmware ou CITRIX. No meu ponto de vista o principal benefício de consolidar as imagens dos desktops no datacenter da empresa está ligado a redução no suporte técnico (uma vez que centralizado é feito em poucas imagens e com muita agilidade), facilidade para atualizações e flexibilidade de acesso (em qualquer disposito). Aumenta a segurança das informações sem dúvida e oferece um controle maior do recurso, principalmente para empresas que seguem normas de compliance. Com a solução CITRIX por exemplo sei que fazem Provisionamento de imagens, o que proporciona grande redução de espaço em disco. Na minha opinião pessoal é uma forte tendência para o futuro e para muitas empresas o TCO será comprovado.
    enviado por: Erick Santos em 28/01/2010 - 16:12
  • Já eu fui num evento promovido pela Add Value em Setembro passado e me mostraram, com planilhas e especialistas que a virtualização de Desktop parece ser uma boa opção, talvez não pela ótica de licenciamento, mas mais pelo seu TCO sem dúvida. Os exemplos devem ser aplicados em cada caso e de empresa para empresa, somente aí poderemos afirmar que é mais caro.
    enviado por: Christian Buhr em 27/01/2010 - 14:48
  • Muito boa a matéria. O interessante é que esse aspecto, como sempre, não ficou claro. Eu mesmo assisti a uma palestra da Sisnema sobre virtualização no Unilasalle/Canoas e o que foi apresentado para nós pela Sisnema é que virtualização é tudo de bom, só tem aspectos positivos e que, num futuro próximo a grande maioria das empresas estariam operando "nas nuvens" devido a redução de custos. Imagino que, com a virtulização, a redução de custos se dê com a utilização de recursos ociosos em servidores (ex: um hardware comportando 3 OS em máquinas virtuais), com energia elétrica e administração cetralizada.
    enviado por: Michel V. Ramos em 26/01/2010 - 13:03
  •  
  •  
  • fonte: 
Reações:

0 comentários: