segunda-feira, 8 de março de 2010

Microsoft recomenda Office 2010 de 32 bits

por Mauricio Grego

Word 2010: a versão de 64 bits tem restrições de compatibilidade
Por causa dos problemas de compatibilidade, a empresa diz que o usuário deve ser cauteloso com a versão de 64 bits do pacote de aplicativos.
Como já escrevi neste blog, nossos testes no INFOLAB mostraram que o Office de 64 bits é muito mais rápido que o de 32 bits na maioria das tarefas. A diferença é maior quando se fazem cálculos pesados em planilhas do Excel. No entanto, Ted Way, um dos gerentes responsáveis pelo desenvolvimento do Office na Microsoft, diz que a versão recomendada para a maioria dos usuários é a x86, de 32 bits. O Office x64 fica como opção para os usuários avançados, já que ele pode ter problemas de compatibilidade. Way publicou um extenso post sobre esse assunto no blog oficial do produto. Veja o que ele diz:
Office x86 com Windows x64
O Office x86 roda muito melhor no Windows x64 que no Windows x86. Como você deve saber, o Windows x64 é capaz de endereçar mais memória que o x86. Assim, desde que o micro tenha memória física abundante, o sistema de 64 bits permite abrir e fechar aplicativos e documentos – e alternar entre eles – com mais rapidez. Por isso, tenho recomendado o Windows 7 x64 para quem não tem problemas de compatibilidade com ele.
Instalação
Se o usuário fizer o download do Office na web, vai poder escolher qual versão baixar. Se comprar um DVD com o pacote, as duas versões estarão nele. No entanto, se a instalação for iniciada da maneira normal, a versão instalada será a de 32 bits, mesmo que o micro tenha o Windows x64. Para instalar o Office x64 será preciso abrir uma pasta específica no DVD e rodar o instalador existente nela.
Compatibilidade
A maior parte dos programas em Visual Basic de 32 bits vão rodar sem problemas no Office x64. Mas alguns não vão rodar. O Office x64 também será incompatível com certos controles ActiveX e extensões de 32 bits. Deve demorar um pouco até que todos esses programas tenham versões de 64 bits. Por isso, Ted Way recomenda, para a maioria dos usuários, o Office x86, mesmo que o micro tenha o Windows x64. As exceções seriam aqueles usuários que processam grandes volumes de dados no Excel ou no Access, para quem a versão de 64 bits pode trazer ganhos mais significativos.

Fonte: Info
Reações:

0 comentários: