terça-feira, 9 de setembro de 2008

Os Anoes e o Modelo OSI

Os anões e o Modelo OSI

Postado por: Márcia Guimarães em Curiosidades No Gravatar
Olá. Depois da série de artigos sobre acls, resolvi relaxar… :-)
Estava fazendo uma revisão de tudo que tenho no meu note, quando encontrei uma pérola do folclore tecnológico. O exponencial da área de rede Douglas E. Comer, Phd em Ciência da Computação, bacharel em Matemática e Física, é autor do livro Internetworking with TCP/IP Principles, Protocols, and Architectures - 4 edition, com título em português Interligação em Rede com TCP/IP, uma referência em qualquer trabalho na área. Aliás, é um ótimo ponto de partida para os que desejam ter uma base sólida em networking. É, geralmente, onde resolvo ir quando não consigo compreender um conceito mais complicado. E é lá que soluciono minha dúvida.
Mr. Douglas é um expert internacionalmente reconhecido em protocolos TCP/IP e Internet. Foi um dos pesquisadores que contribuiram para a Internet conforme ia tomando forma em meados dos anos de 1970 e 1980, e era membro do Internet Architecture Board, grupo responsável pelo desenvolvimento da Internet. Ele também foi chairman do comitê técnico CSNET e membro executivo do mesmo grupo.
Mr. Douglas também é professor de Ciência da Computação da Universidade de Purdue, onde ministra cursos da área e faz pesquisa sobre rede de computadores, internetworking, e sistemas operacionais. Sua página está recheada de informações valiosas. O site é parada obrigatória.
Nesse link, você encontra os gráficos relativos a cada capítulo do seu livro citado acima com explicações.
E lendo seu site, encontrei esta pérola, onde o grupo de engenheiros responsáveis pela distribuição das funções e elaboração do Modelo OSI, resolveram “viajar” na mesa de um bar, no meio de “cocktails”, ao som de Marvin Gay e a galera da Motown Records. E depois de um dia exaustivo, nada melhor, convenhamos. Deve ter sido bom. Vocês não acham ?!
Ainda assim, parece algo inverossímel ou mesmo surreal, a correlação dos anões com o Modelo OSI, mas foi a pura realidade. Hilária.
É como eu sempre digo : No final, tudo dá certo. ;-)
E por favor, se beber, não dirija !!

A verdadeira estória do modelo de rede e da origem do modelo OSI


“A despeito do sucesso da Internet em substituir todas as tentativas anteriores de construir um sistema de comunicação computadorizado global, alguns engenheiros não atualizaram sua forma de pensar nas antigas descrições de redes, ao invés disso, eles ainda se apegam ao modelo de referência de 7 camadas desatualizado que foi inventado pelo ISO ao invés do modelo de referência de 5 camadas que foi inventado para a Internet. Interessantemente, os engenheiros que insistiram no uso do antigo modelo não podiam identificar um único protocolo nas camadas 5 e 6. Porém…. porque eles aprenderam o modelo em algum lugar na escola, desesperadamente esperam que as camadas extras devam ser útil. Como resultado disso, eles incorretamente classificaram aplicações como camada 7, ao invés de camada 5.
Pesquisadores iniciaram uma investigação das origens e uso do modelo de referência de 7 camadas OSI para determinar porque um modelo impreciso e enfadonho tinha tido tanto poder.
seteanoes.jpg
Os sete anões e suas respectivas camadas…
Dunga(4), Dengoso(6), Atchim(2), Soneca(1), Feliz(3) , Zangado(7) e Mestre(5)
Eles recentemente descobriram fatos surpreendentes. Soubemos por muito tempo que o modelo foi o trabalho de um grupo. Não sabíamos, entretanto, que o grupo se encontrava à noite no bar e começavam a fazer piada da cultura pop americana. À medida em que eles se encontravam, escreviam as iniciais dos nomes dos sete anões do filme de Disney em um guardanapo, e alguém brincou que sete era um bom número para as camadas de rede. Na manhã seguinte, na reunião do comite dos padrões, o grupo passou o guardanapo entre eles e eles concordaram que fizeram uma descoberta de algo fundamental na noite anterior enquanto eles bebiam. No final do dia, eles renomearam as sete camadas (com nomes que soavam mais científicos) (rs), e produziram o modelo básico.
Aqui está como ficou e a explicação de onde se encaixa cada anão e a camada :
Camada
Anão
Nome
Explicação
1
Soneca
Física
Um grupo novo de conexões físicas são aborrecidas, e uma descrição de como poderiam atribuir a camada física para o anão Soneca. Acontece que, especificações de protocolos de Camada 1, efetivamente põe todo mundo prá dormir (apenas tente ler uma delas tarde da noite).
2
Atchim
Enlace de Dados
Se você monitorar uma rede e prestar atenção ao padrão de pacotes emitidos por um computador, você vai entender imediatamente a relação entre os protocolos da camada enlace de dados e o Atchim.
3
Feliz
Rede
Todo mundo feliz com a camada de rede. Bem… para ser honesto, o único protocolo da camada de rede que faz todo mundo feliz é o Internet Protocol. Infelizmente, o IP não fazia parte do modelo OSI, e realmente não era construído para seguir o modelo OSI (o modelo não incluia a internetworking). Mas, os projetistas tinham boas intenções.
4
Dunga
Transporte
Esta é óbvia - para ela definitivamente deve se conseguir um Ph.D. para compreender as sutilezas dos protocolos da camada de transporte.
5
Mestre
Sessão
Sim, até mesmo os criadores perceberam que ter uma camada de sessão separada é uma idéia imbecil (Dopey é imbecil. É o nome de um dos anões, o Mestre). Eles decidiram seguir a abordagem da Disney de adicionar algo cômico, de modo que eles ficaram presos em uma camada completamente desnecessária e riam dela.
6
Dengoso
Apresentação
Outra piadinha. Os criadores perceberam que mais cedo ou mais tarde alguém iria criar um protocolo da camada de apresentação. No entanto, o grupo decidiu classificar tais protocolos como “tímido” (ou dengoso) demais para aparecerem em público. Portanto, mesmo se um protocolo de apresentação fosse produzido, ninguém conseguiria vê-lo.
7
Zangado
Aplicação
Os programadores que projetam aplicações de rede são inacreditávelmente nervosos — eles queixam-se da eficácia de outras camadas, as abstrações fundamentais da rede, as longas horas, a dificuldade de depuração, bem como as APIs que eles são forçados a usar. E a adição usuários a raiva porque usuários nunca se queixam dos protocolos em outras camadas; eles somente se queixam das aplicações.
Moral da estória :
Se você é um engenheiro trabalhando em um comitê de padrões, evite beber com os colegas - as piadas sem graça que você disse no bar na noite anterior poderão assombrar a indústria ao longo de décadas.”
E se perguntassem a você no exame de certificação da Cisco :
Qual a correlação entre o Modelo OSI e o filme A branca de neve e os 7 anões ?
a. O ISO fez um convênio com o Walt Disney Filmes para produzir o dito filme.
b. O Modelo OSI foi o ponto de partida para a branca de neve e o príncipe entrarem na área de redes e hoje são CCIE´s.
c. A bruxa malvada, despeitada, torna-se uma agente infiltrada do DoD e boicotou o Modelo OSI, escangalhando tuuuuddddooooo …
d. Os 7 anões, incentivado por um amigo chamado Bill, montaram uma empresa de redes concorrente da Cisco
e. hum.. ah… é… bemmm… veja…
O que você responderia ?? humm ??? :-)
.
Sds.
Márcia Guimarães
Fonte
Reações:

0 comentários: