terça-feira, 31 de agosto de 2010

Robô esteira do MIT recolhe óleo no mar




Paula Rothman, de INFO Online
Segunda-feira, 30 de agosto de 2010 - 16h27
SÃO PAULO – Pesquisadores do Massachusetts Institute of Technology criam robô que pode navegar sozinho na superfície, coletando e processando óleo.

O protótipo, chamado de Seaswarm, foi apresentado no sábado, 28, na Venice Biennale's Italian Pavilion - um festival internacional de arte, música e arquitetura cujo tema é “como a nanotecnologia vai mudar o mundo em 2050”.
Leia também:
O Seaswarm é como uma esteira rolante com cinco metros de comprimento por dois metros de largura. Ele se move sozinho graças a dois metros quadrados de painéis solares que captam a energia e permitem seu funcionamento. Com apenas100 watts ele poderia limpar sem parar por semanas.
O segredo do aparelho está em uma fina malha de nanofios capaz de absorver 20 vezes o seu peso em óleo e de repelir a água. O tecido foi criado pelo professor Francesco Stellacci e já apareceu na Nature Nanotechnology.  O robô ainda faz a queima do petróleo no próprio local, de forma que o nanotecido pode ser reutilizado.
Toda a comunicação entre cada robô seria wireless, e a localização garantida com GPSs. A ideia é que os Seaswarms se comportem como animais digerindo o óleo sem a intervenção humana. Os robôs poderiam, por exemplo, detectar sozinhos a borda de um derramamento e ir avançado para seu centro – as coordenadas de cada um seriam sincronizadas para que houvesse uma distribuição uniforme.  O protótipo pode tornar muito mais fácil e barata a limpeza de futuros derramamentos de petróleo.
Pensando em um caso extremo, como o do Golfo do México, os pesquisadores estimam que cinco mil Seaswarms poderiam limpar a mancha em um mês.
Reações:

0 comentários: