segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Migração XP para 7: Windows Easy Transfer

Ao usar esta ferramenta tenha certeza de que esteja reservando apenas os arquivos que realmente serão úteis

Nesta última reportagem do especial, vem a resposta para a pergunta mais difícil: e se eu quiser reinstalar, mas manter todas as minhas configurações de usuário? Ou, pelo menos, o máximo que for possível?






É aí que entra o Windows Easy Tranfer, da Microsoft, ou Migration Wizard. Ele foi usado para transportar informações de usuários do Windows XP para o Vista, e agora poderá ser usado também para mover dados de usuário do XP para o 7. O programa escaneia sua instalação XP existente e copia os dados a serem movidos para um arquivo único. Esse arquivo pode ser armazenado em um disco a parte e depois ser usado na máquina alvo para restaurar os dados do usuário em questão.

Sua localização, no entanto, não é óbvia: no CD de configuração do Windows 7, ele está no diretório\support\migwiz\migsetup.exe.

Assim como outros programas da Microsoft, ele foi criado para ser fácil de usar - talvez um pouco fácil demais. Pra começar, a parte de "opções avançadas" do programa - como a possibilidade de selecionar um diretório específico - fica um pouco escondida. Depois de o programa detectar o que pode ser copiado e de apresentar uma lista do que copiar, selecione "Personalizar" e depois "Avançado" para ver todos os diretórios. É bom fazer isso para garantir que tudo o que você precisa será, de fato, copiado. E também para evitar copiar arquivos que não estão na sua pasta de usuário, mas hospedado em outro lugar.

Um bom exemplo disso: a pasta Minhas Músicas. No meu antigo sistema, a pasta Minhas Músicas ficava em outro disco, com mais de 160GB de música (todas ripadas da minha coleção de CDs). Seguindo o padrão, o Easy Transfer iria copiar todos esses arquivos para o meu arquivo de backup. Ainda bem que pude cancelar a operação antes que ele tentasse encher meu drive de backup com uma cópia absolutamente redundante da minha coleção musical.

Você pode salvar o arquivo de backup do Easy Transfer na mesma partição em que irá instalar o Windows 7, desde que você não formate essa partição. A melhor opção ainda é salvar o arquivo em um disco removível, em rede ou em um disco rígido secundário no mesmo sistema, apenas para garantir total segurança.

Um último conselho: quando criar sua nova instalação Windows 7, crie duas contas de usuário. Uma será a conta para a qual você irá migrar da instalação anterior - por exemplo, onde você irá restaurar todas as configurações de usuário - e a outra será uma conta de usuário temporária para garantir que tudo foi migrado como deveria. Dessa forma, você pode trabalhar tranquilamente no sistema sem usar a mesma conta pra onde irá migrar.

E quanto à ativação do produto?

Como nenhuma cópia do Windows funciona sem ativação do produto, quem fizer upgrade do XP para o 7 tem bons motivos para se perguntar como o Windows 7 vai lidar com a ativação. Em uma versão resumida: o computador alvo deve ter uma cópia do XP funcionando antes que você possa solicitar uma versão de upgrade do 7. A instalação XP existente será segregada em uma pasta chamada Windows.old, mas, antes, o XP deve estar realmente instalado e funcionando no sistema. Portanto, não se precipite ao apagar a instalação XP se estiver planejando fazer upgrade para o Windows 7. Ter apenas uma cópia da mídia de instalação do XP - o CD - não vai ser suficiente. (suspeito que seja porque muitos dos CDs de instalação do XP são, na verdade, CDs-imagem que o Windows não consegue identificar, portanto, não podem ser usados para verificar a instalação)

Leia o especial completo:
Especial: como atualizar o Windows 7 para o XP

por [Serdar Yegulalp | InformationWeek EUA]

Reações:

0 comentários: