sexta-feira, 27 de julho de 2018

Smartphone - Por que a decisão da Apple em abandonar os modems da Qualcomm pode ser algo bom



Fabricante de chips afirmou que novos smartphones devem usar apenas modems de concorrentes, no caso a Intel
Autor da Foto
Após se encontrarem em processos judiciais, a relação da Apple e da Qualcomm pode ter chegado ao fim. Segundo George Davis, CFO da Qualcomm, a Apple pretende usar apenas os modems de concorrentes em seu próximo lançamento para iPhone. Quando ele diz "nosso concorrente", ele está falando sobre a Intel, cujos modems já são usados em muitos smartphones da Apple.
Atualmente, a Apple produz duas variantes de cada modelo do iPhone: uma com um modem Intel XMM 7480 para a AT&T, T-Mobile e a maioria dos mercados globais; e a outra com um modem Qualcomm X16 para a Verizon, Sprint, US Cellular, telefones desbloqueados dos EUA e os mercados da Austrália, China e Índia.
Ou seja, a empresa usa um modem Qualcomm X16 para operadoras e mercados onde precisa ter suporte de rede CDMA, e um Intel XMM 7480 para operadoras e mercados que são apenas GSM.
Mas os modems não são diferentes somente no suporte CDMA. O Qualcomm X16 é claramente superior. Suporta antenas MIMO 4x4, agregação de portadora 4-way e LAA (Licensed Assisted Access), oferecendo velocidades - teóricas - de "gigabit".
Mas o modem Intel não suporta antenas MIMO 4x4 nem LAA, por isso a Apple desativa esses recursos nos iPhones equipados com a Qualcomm. Presumivelmente, eles não querem que um iPhone com aparência idêntica tenha velocidades celulares notavelmente melhores. Ainda assim, eles apresentam um desempenho um pouco melhor, especialmente quando o sinal da rede é fraco.
Intel XMM 7560 versus Qualcomm X20 
O X16 tem um grande conjunto de vantagens sobre o XMM 7480: 4x4 MIMO, suporte LAA, CDMA e mais bandas LTE suportadas e é construído em um processo de fabricação de 14nm. O 7480 da Intel suporta menos bandas e modos e é fabricado usando um processo de 28 nm, muito menos eficiente.
Para os telefones deste ano, a Apple certamente considerou o sucessor desses dois modems: o Qualcomm X20 e o Intel XMM 7560. Apesar de o mercado ainda não saber como eles se comparam no mundo real, no papel o campo de ação é bem nivelado.
A Intel finalmente melhorou seu processador de fabricação de 14nm com o XMM 7560, e mesmo que o X20 seja feito usando um processador de 10 nm, ele não é, necessariamente, considerado superior (diferentes fabricantes medem a tecnologia de processamento de chip com diferentes padrões: 14nm da Intel é aproximadamente equivalente ao 10 nm da Samsung). O salto de 28 nm para 14 nm deve ajudar a tornar o modem da Intel muito mais eficiente em termos de energia.
Ambos os modems suportam agregação de portadora de cinco vias, LAA, 4x4 MIMO e os mesmos principais modos de portadora: LTE-FDD, LTE-TDD, TD-SCDMA, GSM / EDGE, UMTS / WCDMA e CDMA / EVDO. Ambos reivindicam velocidades de downlink de 1 Gbps e velocidades de uplink de 150 Mbps com 256QAM (downlink) e 64QAM (uplink).
É claro que os detalhes da implementação fazem uma grande diferença, e as especificações nem sempre indicam o desempenho do mundo real, mas, em teoria, o usuário não está perdendo muito com um Intel XMM 7560 em vez de um Qualcomm X20.
Um único iPhone para o mundo inteiro 
Se o modem Intel que a Apple provavelmente usar for tão bom quanto o modem da Qualcomm, será que realmente importa qual será usado? E se a Apple usa dois modems e equaliza o desempenho (como acontece hoje), importa qual é o escolhido?
O benefício real para a Apple despejar um de seus dois fornecedores de modem é a criação de uma única variante mundial do iPhone. Se o Intel XMM 7560 abrange modos de operadora e bandas LTE suficientes para funcionar bem em todos os mercados e para todas as operadoras suportadas pelo iPhone, será somente um smartphone em todo o mundo.
Para os clientes, acabará a preocupação com o fato de que o iPhone comprado não pode ser desbloqueado e trazido para outra operadora. O usuário não precisa se preocupar com sua viagem ao exterior e se o telefone funcionará com as redes.

fonte: (http://idgnow.com.br/mobilidade/2018/07/27/por-que-a-decisao-da-apple-em-abandonar-os-modems-da-qualcomm-pode-ser-algo-bom)
Reações:

0 comentários: