quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

O que você vai encontrar nas seis versões do Windows 7

O que você vai encontrar nas seis versões do Windows 7?


Por CIO/EUA
Publicada em 26 de fevereiro de 2009 às 07h00
Framingham - De acordo com a Microsoft, a maioria dos usuários terá que escolher apenas entre as edições Home Premium e Professional.
Apesar dos constantes pedidos dos usuários, que gostariam que a Microsoft fizesse apenas uma versão do Windows 7, seu próximo sistema operacional, a empresa manteve a estratégia de criar múltiplas edições do software, exatamente como fez com o XP e o Vista. Neste caso, a Microsoft planeja lançar seis versões diferentes do Windows 7. "Nós temos 1 bilhão de clientes. É difícil atender a todos com apenas uma versão", disse Mike Ybarra, gerente geral da linha Windows.
Tudo sobre o Windows 7
> 10 dicas sobre o beta do Windows 7
> Confira o preview do Windows 7
> Windows 7 vaza na internet
> Os 5 pilares do Windows 7
> 8 questões sobre o Windows 7
> Fotos: veja os novos recursos do Windows 7
> Bill Gates mostra Touch Wall
> A evolução do multi-touch
O lado bom da história é que a maioria das pessoas vai precisar escolher apenas entre duas versões: uma para usuários domésticos e outra para usuários corporativos. Isso segundo a Microsoft, claro. Pois bem, para esclarecer de uma vez por todas a questão (ou pelo menos tentar), fizemos uma análise do que está incluído em cada pacote. Vale lembrar que os preços ainda não foram informados pela empresa de Redmond. Veja a seguir.

Windows 7 Starter
Esse é o Windows mais simples de todos, disponível apenas em versão de 32 bits, e que deve atender às necessidades mais básicas dos usuários. Os usuários podem abrir somente três janelas ao mesmo tempo e ele não conta com a interface gráfica Aero Glass. A barra de tarefas foi redesenhada e não é possível criar grupos de compartilhamento - só é possível participar de grupos já criados. Será pré-instalado em computadores novos, apenas em países em desenvolvimento, como o Brasil, a Índia, a Rússia e a China.

Windows 7 Home Basic
Uma versão intermediária, com mais funções que a Starter e menos que a Home Premium. Pode ter mais de três janelas abertas ao mesmo tempo e tem uma versão de 64 bits. Mas não vem com a interface Aero Glass nem as funcionalidades de telas sensíveis ao toque. Também será pré-instalado em computadores novos, apenas em países em desenvolvimento. Sua venda será proibida legalmente nos EUA.

Windows 7 Home Premium
A versão "completa" para usuários domésticos. Tem todas as funções dos sistemas anteriores, mais a interface gráfica Aero, incluindo novos recursos de navegação, como o Aero Background, o Windows Touch e a possibilidade de criar Home Groups, os grupos de compartilhamento de mídia, além de Media Center, reprodução de DVD, mais games e o Mobility Center, que ajuda a gerenciar as conexões com redes wireless. Será vendido pré-instalado nos computadores e também poderá ser encontrado separadamente em lojas de varejo.

Windows 7 Professional
Pensada para usuários de pequenos escritórios e profissionais que trabalham em casa ou remotamente, essa edição foca na segurança. O recurso Domain Join permite conectar com facilidade o computador a redes corporativas, enquanto o Encrypting File System torna mais difícil a violação de dados. Já o Location Aware Printing permite localizar rapidamente impressoras no trabalho e em casa. Tem todos os recursos encontrados no Windows Home Premium. Será vendido pré-instalado nos computadores e também poderá ser encontrado separadamente em lojas de varejo.

Windows 7 Enterprise
Essa versão é voltada para empresas de médio e grande porte e só poderá ser adquirida através de licenciamento para várias estações. Tem todos os recursos do Windows 7 Professional mais o BitLocker (para criptografia de dados em discos rígidos internos e externos), DirectAccess (conexões com redes corporativas). AppLocker (impede que softwares não-autorizados sejam executados) e o BrachCache (acelera a transmissão de grandes arquivos).

Windows 7 Ultimate
Na prática, oferece pouco mais que a versão Enterprise. Seu diferencial é que sua comercialização não é restrita a empresas. Provavelmente, será a edição mais cara de todas e dificilmente interessará o usuário comum, já que os principais recursos extras são voltados para segurança e para conectividade com redes corporativas. Por isso mesmo, a Microsoft já anunciou que a disponibilidade desse sistema operacional será limitada.

Shane O'Neill, editor da CIO.com, em Framingham
Reações:

0 comentários: